sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Constelações familiares

A constelação familiar é uma terapia sistêmica que tem como objetivo trazer à luz a dinâmica normalmente oculta nos sistemas de relacionamento familiar, que estão na base de muitos padrões de comportamento, sintomas psicossomáticos e outros problemas da nossa vida.


Esta terapia foi criada por um alemão chamado Bert Hellinger, ele foi missionário em África e aprendeu muito com a observação das tribos, ele desenvolveu esta terapia a partir dos seus conhecimentos e observação de terapias como Hipnoterapia Eriksoniana, Psicoanalise, Programação Neurolinguistica (PNL), psicodrama, terapia primal entre outras.
Bert Hellinger deduziu, ao longo do trabalho de uma vida, que as relações familiares e outras se regem por determinadas leis ou ordens. São estas ordens que permitem que o Amor e a Harmonia fluam entre todos os elementos de um sistema..

Observou que estas leis ou ordens, quando não são respeitadas (normalmente a nível inconsciente), resultam em bloqueios que podem originar todo o tipo de problemas, sejam eles:
físicos (ex. sintomas e doenças)
emocionais (ex. falta de auto-estima)
mentais (ex. depressão)
espirituais (ex. perda de confiança numa força superior)
nas relações humanas (ex. relações amorosas; dificuldade ou ausência de relacionamento a nível familiar, profissional, de amizade)
... ou qualquer outra situação que nos cause sofrimento.

Como funciona ?
O trabalho de constelações pode ser feito em sessões individuais com bonecos palymobil/ figuras ou em grupo ou em  workshop.

O método de trabalho é o seguinte:
o cliente apresenta o tema que quer trabalhar;
o cliente e ou terapeuta escolhe representantes (figuras ou pessoas) para os elementos que entender necessários;
através de observação e técnica, o terapeuta interpreta e traduz a dinâmica oculta por detrás do tema.
Desvelada a origem do problema, surgem oportunidades de se mudarem/transformarem as “imagens” e decisões internas até então dominantes.
Trabalha-se no sentido de restaurar a ordem e a harmonia segundo essas mesmas leis ou ordens naturais, permitindo que o Amor flua novamente. O facilitador orienta a constelação, pedindo aos representantes para dizerem determinadas frases chave ou para se movimentar livremente ou irem a procura de um bom lugar, ou o do lugar correto na ordem familiar.
Este trabalho pode ser profundamente libertador a vários níveis. Traz normalmente ao indivíduo uma sensação de alívio, paz e bem-estar.


Este trabalho tem um tripla componente terapêutica

- Como observador – o simples facto de se estar presente e observar o trabalho que está a ser desenvolvido no decorrer do Workshop pode desencadear um processo de cura;
- Como representante – ser escolhido como representante leva à vivência de situações que podem ter que ver com o sistema da pessoa que foi escolhida, desencadeando um processo de cura;
- Colocando a sua própria constelação – a colocação de um tema ou situação específica, por exemplo, a sua relação com os seus pais ou de casal, situações de perda, sintomas, entre outras, gera um movimento interno da parte dos representantes que desvenda e traz à Luz uma dinâmica desconhecida desencadeando (junto do cliente) um processo de cura.

A quem se destina ?
A todas as pessoas maiores de idade que estejam numa situação que as incomode ou cause sofrimento. Uma vez que este trabalho pode ser emocionalmente muito intenso, para bebés, crianças e menores de 18 anos deve ser um dos pais a colocar o problema. Não é possível trabalhar um tema de outra pessoa adulta.

Que tema/problema posso trabalhar? 
-Relação com a minha mãe/irmão/filha/marido etc
-Penso com muita dor no meu pai/mãe que já faleceu
-Falta de objetivos, de energia
-Dificuldade em tomar decisões
-Problemas financeiros
-Discussão em relação a heranças
-Não consigo arranjar um emprego estável
-Quero mas não consigo mudar de casa
-A minha doença, O meu sintoma
-Dores de costas/cabeça
-A minha depressão
-O meu negócio está estagnado
-O meu chefe não me respeita
-Não consigo sair da profissão que não gosto
-Tenho um sonho/pesadelo recorrente
-Não me sinto integrado no país onde vivo
-Dificuldade em engravidar
-Não consigo deixar de fumar
-Não me consigo libertar do meu ex-marido/companheiro

-Medos diversos
- Auto realização
- Identidade
- Auto estima
- Dificuldade em lidar com o dinheiro
- Dificuldade em lidar com o tempo
- Bloqueio na vida profissional



Sem comentários:

Enviar um comentário