quinta-feira, 24 de março de 2016

Perdoa-te e permite-te renascer

Perdoar-se a si mesmo pode ser muito mais difícil que perdoar os outros, já que perdoar-se a si mesmo significa também se amar e aceitar exatamente como é, mas somos juízes implacáveis das nossas atitudes, comportamentos e palavras, esquece-mo-nos que somos seres humanos em aprendizagem que todos erramos e que isso não faz de nós más pessoas, muitas vezes perante certa situação da vida naquele momento apenas fizemos o melhor que sabíamos e podíamos. O que eu quero dizer é que devemos aceitar e assumir as nossas responsabilidades e tirar das situações a aprendizagem que nos permita crescer e evoluir e nos tornar uma pessoa melhor. 
A sabedoria popular diz “não vale a pena chorar sobre o leite derramado”, o passado já passou e o que foi dito ou feito já não pode ser alterado, apenas compreendido para que no futuro seja diferente, por isso olhe para a sua vida, para este momento presente, o que pode fazer, mudar, transformar hoje para ter um caminho ou uma atitude diferente?
De que forma pode hoje cultivar uma vida melhor?
Procure se conhecer, saber quais os seus valores, crenças, os seus pontos fortes e menos fortes em si, trabalhe o seu interior
Não é preciso ir ter com a pessoa envolvida, pode escrever uma carta dirigida a pessoa que magoou diga-lhe o que sentiu, porque agiu da maneira que agiu e peça-lhe que ela o perdoe. Não precisa enviar esta carta se não o desejar. Os erros do passado fizeram de si a pessoa que é hoje. Portanto, não os encare como erros, mas como guias.
“Acusar os demais pelo próprios infortúnios é um sinal de falta de educação. Acusar-se a si mesmo demonstra que a educação já começou. Não acusar-se a si mesmo, nem acusar os demais demonstra que a educação foi concluída.” Epicteto
Perdoar-se a si mesmo exige que seja honesto consigo, exige que a cada dia procure se amar mais, se liberte de padrões negativos de pensamento e se liberte de tudo o que lhe faz mal. A primavera é tempo de renascimento é também isto que a Páscoa nos lembra que sempre podemos renascer e começar de novo, aproveite este tempo para refletir para fazer as pazes consigo mesmo e se perdoar.
Poderá fazer as seguintes afirmações diariamente:
“Não existe certo ou errado, eu ultrapasso o meu julgamento.”
“Eu estou disposto a ultrapassar as minhas próprias limitações.”
“Eu perdoo-me e aceito-me exatamente como sou.”


Fica bem, sê feliz! 

Gabriela Lima Barros 

1 comentário: