sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Enraíza-te e encontra o teu equilíbrio interior

Estar enraizado é estar ligado à vida de uma forma consciente, é estar centrado, equilibrado, é viver no presente com mais consciência do aqui e do agora, fazendo com a Mãe Terra uma troca consciente e benéfica de energias. Ao nos enraizarmos, ao nos ligarmos a terra equilibramo-nos física e espiritualmente. 
Enraíza-te e encontra o teu equilíbrio interior, para isso só é preciso gastares 15 minutos ou mais na natureza, e vais notar um enorme impacto sobre as tuas emoções e estados psicológicos . 
O exercício de enraizamento que te proponho a seguir vai ajudar-te quando precisares de mais calma e tranquilidade na tua vida, quando precisares de te sentires centrada e com mais energia e vitalidade física. Este exercício ativa todos os chacras (centros energético do corpo humano) principalmente o chacra básico ou da raiz (Muladhara). Esta técnica é muito fácil e rápida de realizar, podendo ser praticada por todos.

Exercício de enraizamento
Faz este exercício descalço e, de preferência, na Natureza. Um jardim ou uma praia são os locais mais indicados. Nas plantas dos pés, existem pontos (chacras ou centros de energia) que, em contacto com o solo, vão ser pontos de ligação com a energia da Terra. Nas plantas dos pés estão pontos que se interrelacionam com diversos órgãos, nervos e músculos presentes no seu corpo físico. Sente todos os dedos, assim como a planta dos pés bem em contacto com o terreno. Imagine que a tua a energia circula entre o topo da cabeça, as plantas dos seus pés e o centro do planeta. Pela frente, a energia desce; por trás, sobe. Imagina que fortes raízes saem de cada pé e crescem grossas e muito ramificadas em direcção ao centro da terra. Faz este exercício respirando de forma profunda, coloca uma intenção e foco mental no exercício, isso irá te ajudar a que o mesmo se cumpra e te traga benefícios. Inspira e imagina que a energia desce (pela frente) percorrendo todo seu corpo até aos pés e segue na direcção do centro do planeta Terra; e expira imaginando que a energia vem do centro do planeta e sobe (pelas costas) até ao topo da cabeça. Faz este circuito por alguns minutos. 
Com disciplina e muita prática o teu sistema vai habituar-se a ter este circuito activo e a receber e estar em contacto com as energias do planeta constantemente.

Fiquem bem. Sejam felizes!

Gabriela Lima Barros 

Sem comentários:

Enviar um comentário