quinta-feira, 5 de maio de 2011

O amor que semeamos é o amor que colhemos

Tudo na vida têm uma reacção, as nossas a acções, atitudes, palavras e sentimentos, todos eles voltam para nós. O quanto e como damos é a medida do que recebemos. Se desejamos ter relações de amor, amizade e profissionais construtivas, satisfatórias e positivas, temos que agir da forma como gostaríamos de receber de volta, o banco da vida é justo e nos devolve o mesmo que antes depositamos ou seja tudo o que damos e fazemos de uma ou outra maneira retorna a nós. Se não esta a receber da vida aquilo que deseja, pare um pouco e reveja as suas atitudes, as sementes que tens semeado, e se for preciso mude, mas lembre-se para poder amar os outros precisa em primeiro lugar amar a pessoa mais importante que existe VOCÊ!
Ame-se, mime-se, perdoe-se, trate-se com carinho, fale bem de si, quer para si próprio quer para os outros.
Semeie diariamente, amor, simpatia, carinho, compreensão, amizade e terá isso tudo na sua vida.


Gabriela Barros

Sem comentários:

Enviar um comentário