sábado, 4 de setembro de 2010

Primeiro diga a si próprio o que poderia ser, e depois faça o que tiver de ser feito. Epicteto

Primeiro diga a si próprio o que poderia ser, e depois faça o que tiver de ser feito. Epicteto
Embora estas palavras fossem ditas pelo filósofo grego Epicteto por volta de 135 dc estas palavras não poderiam estar mais actualizadas. A verdade é que todos nós somos co-criadores do nosso destino, temos o poder de criar, dirigir e concretizar os nossos desejos, as nossas ambições, enfim o que desejamos da vida cabe a cada um de nós realizar e tornar verdadeiro. É verdade que problemas existem e que muitas vezes temos que enfrentar sofrimentos, pois nenhum ser humano está imune disso, mas aprender com isso ou se deixar derrotar vai depender unicamente de si, das escolhas que fizer e do que aprender com cada “lição”, sofrimento ou desagrado que a vida lhe trouxer.
Uma das coisas mais importantes que aprendi, foi a olhar para as coisas boas, a ver o meu copo meio cheio em vez de meio vazio, a pensar “como esta situação poderia ser ainda pior?”, ou “o que posso e devo aprender com isto?”.
Não adianta fugir dos problemas e dos desafios que a vida nos traz, tornamo-nos amargos, derrotados e naquela pessoas a quem a vida não apoia, fechando-nos numa concha de auto-piedade, porque ter uma vida mais plena e realizada depende apenas de si, não dos outros.
O que poderia ser? Quem deseja ser? O que deseja obter na vida? Que sonhos, deseja tornar realidade?
Conseguiu responder? Se já sabe, então agora pergunte-se a si próprio o que tem que fazer para tornar, tudo isso realidade na sua vida.
Não importa se realizar tudo o que deseja vai demorar muito ou pouco tempo, o que importa é que tenha em mente o que deseja, acredite que esforçando-se conseguirá tornar pelo menos parte do que deseja em realidade e como disse o filósofo faça o que tiver de ser feito, tenha uma atitude positiva perante a vida, pois será essa atitude que o empurrará para a frente.
Construa metas reais, veja por onde deve de ir para atingir os seus desejos e coloque metas e prazos realistas, e um de cada vez vá atingindo essas metas. Ao fim de cada meta verá como se sente mais realizado, mais confiante. Se não conseguir atingir alguns dos seus desejos, pergunte-se se isso não foi o melhor para si, pois nem sempre o que queremos ou desejamos para a nossa vida é o melhor e muitas vezes aquilo que não conseguimos obter ou viver acaba se tornando uma bênção. Por isso confie na vida, faça a sua parte, empenhe-se, realize e torne os seus sonhos realidade, verá como a vida lhes responderá e, a cada passo do seu caminho sentir-se-á mais apoiado pela própria vida, basta fazer o que tiver de ser feito. Lembre-se VOCÊ É O CO-CRIADOR DA SUA VIDA.


Gabriela Barros

Sem comentários:

Enviar um comentário